Tecnologia agrega em atendimento e maior controle

No restaurante Le Cuisinier, os pedidos são encaminhados por meio de smartphones, facilitando o controle

 

O pedido é feito através do celular e recebido pelas equipes de outros setores ( Fotos: Nah Jereissati )

 

De acordo com Elsandra Santana, sócia do empreendimento, a ferramenta possibilitou uma melhora no atendimento, à medida que conferiu mais tempo para que os garçons interagissem com os clientes de maneira mais prestativa

Parecia que o bloquinho de papel e caneta nunca iriam deixar de fazer parte da atividade dos garçons. Ao longo dos anos, técnicas de otimização até chegaram a ser incorporadas, como a anotação dos pedidos por meio de códigos ou menus impressos com espaço para marcar os produtos e a quantidade escolhidos. Mas os dois instrumentos sempre estiveram lá. Bastava um pequeno descuido para que ocorressem trocas de pedidos ou demora no atendimento.

Essa não é mais a realidade do restaurante Le Cuisinier, localizado no bairro Água Fria, em Fortaleza. Desde o fim de 2015, a empresa utiliza um software de gerenciamento das atividades do negócio que também permite a solicitação dos pedidos dos clientes por meio de smartphones.

Sem precisar sequer se deslocar, o garçom faz pelo aplicativo no celular a solicitação da mesa, que é recebida na mesma hora, de maneira virtual, por dispositivos das equipes da cozinha, do bar, da área de sobremesa ou do caixa do restaurante.

De acordo com Elsandra Santana, sócia do empreendimento, a ferramenta possibilitou uma melhora no atendimento, à medida que conferiu mais tempo para que os garçons interagissem com os clientes de forma mais prestativa. "Como não precisam ir até a cozinha para fazer o pedido, os garçons podem realizar um atendimento mais cuidadoso e interagir com os clientes, apresentando as opções do cardápio e, caso seja solicitado pelos clientes, fazer sugestões", aponta a empresária.

Outra vantagem do sistema utilizado pela empresa é a possibilidade de acompanhar o tempo de ociosidade das mesas, isto é, o período sem que tenham sido realizados novos pedidos. Ela explica que, com essa informação, os garçons têm uma melhor noção do tempo para saber se a mesa precisa ser visitada novamente e se os clientes necessitavam de mais algo.

Conforme Elsandra, mesmo com os efeitos da crise econômica, a empresa segue firme por conta da boa gestão e do bom serviço realizado, que, por sua vez, são reflexos de uma boa ferramenta de gerenciamento.

"Apesar da crise em que estamos vivendo, essa ferramenta facilitou muito o nosso trabalho", pontua Elsandra.

Dados

Além de facilitar a logística da realização e da entrega dos pedidos, a sócia destaca que o software ainda levanta todas as informações necessárias à gestão da empresa, além de elaborar balanços e gráficos de fácil visualização e entendimento sobre as atividades realizadas. "Tenho todos os relatórios possíveis. Sei qual prato é o meu carro-chefe e quais preciso trabalhar mais. É um software que dá todo o aparato que preciso", observa.

Com essas informações, Elsandra, responsável pela parte administrativa do restaurante, garante ter solucionado "99% dos problemas" do negócio. O restaurante foi inaugurado em novembro de 2013 e, desde então, utilizava outro software para a gestão do negócio que não atingia às suas expectativas e provocava alguns problemas, como falhas no envio de pedidos.

Mudança

Ela, cearense, morava no Rio de Janeiro há décadas, mas retornou a Fortaleza para ajudar o filho, o chef de cozinha Juarez Santana, a montar e administrar o restaurante. "Existia um software que utilizávamos que não me agradava. Então, me indicaram um da Casa Magalhães. Após a visita de um representante da empresa, me encantei com as possibilidades e contratei o serviço. Estou muito satisfeita, porque minimizei os problemas e maximizei o tempo", atesta.

Fonte: Diário do Nordeste